Marcopolo, a maior fabricante de carrocerias brasileira

You are currently viewing Marcopolo, a maior fabricante de carrocerias brasileira

A Marcopolo é uma empresa brasileira encarroçadora de ônibus. É a maior da América Latina e uma das maiores empresas do mundo no setor. Começou na metade do século passado de maneira despretensiosa e tornou-se uma gigante.

A gente não sabia como trabalhar, mas fazia acontecer.

Relato do fundador, Paulo Bellini.

A Marcopolo foi fundada em 1949 na cidade de Caxias do Sul com o nome de Nicola & Cia. Ltda. Começou com uma pequena oficina de chapeação e pintura de cabines de caminhões. Porém, ainda em 1949, a empresa produziu seu primeiro ônibus.

Os materiais utilizados para construir sua primeira cabine foram madeira e alumínio. Mas já em 1952 a produção começou utilizar as primeiras estruturas de aço, um marco para a época.

A Marcopolo foi uma das primeiras empresas a fabricar carrocerias de ônibus no Brasil, junto com as outras marcas que vieram na mesma época, Caio, Nielson, Incasel, Ciferal e Brasinca. Sendo a Ciferal, em 1990, absorvida pela Marcopolo.

Caso você não saiba, “encarroçadeira” é a empresa responsável por criar a cabine do veiculo, comprando o chassi e motor pronto de outro fabricante.

Ao longo dos anos a empresa foi crescendo de maneira tão satisfatório, que logo a primeira fábrica já não comportava mais as operações. Dessa maneira, em 1957 foi transferida para um pavilhão maior.

Como era em uma região inexplorada, a nova área não tinha sequer energia elétrica, era necessário um gerador a diesel para funcionar, entretanto a empresa precisava de um espaço maior de qualquer maneira.

Mudança de nome

Em 1968 a empresa lançou o ônibus Marcopolo, no VI Salão do Automóvel em São Paulo. O nome foi dado em homenagem ao navegador italiano Marco Polo.

O ônibus foi um sucesso tão grande, que apenas dois anos depois do primeiro lançamento, a marca decidiu lançar a segunda versão do modelo e, devido a repetição do sucesso, em 1971, alterou o nome da fábrica para o mesmo nome do modelo, Marcopolo.

Agora então a Nicola & Cia se chamava Marcopolo. Mal sabiam eles que essa seria uma das maiores empresas do mundo no segmento.

A exportação começou ainda com o nome antigo, no ano de 1961. Mas sua primeira fábrica fora do país só veio algumas décadas depois, no ano de 1991 em Portugal. Fazendo da Marcopolo uma das marcas brasileiras mais antigas no exterior.

Por ser líder do setor, a empresa lançou diversos modelos inéditos e de sucesso durante esse tempo, incluindo:

  • Marcopolo III Articulado, em 1978, o primeiro ônibus rodoviário intermunicipal articulado a ser produzido no país.
  • Paradiso 1800 Double Decker, em 1995, o primeiro ônibus de dois andares no Brasil.

A Marcopolo também fez uma parceria de sucesso com a brasileira Agrale, fabricante de chassi e motor, cujo o trabalho em conjunto resultou na fundação, em 1998, da Volare, com dezenas de milhares de unidades produzidas até a presente data.

Em 1998, após 49 anos, a empresa chegou em 100 mil unidades produzidas. Levou apenas mais nove anos para dobrar a meta, atingindo as 200 mil. Atualmente tem mais de 400 mil unidades produzidas em dezenas de fábricas espalhadas pelo mundo, estando seus ônibus presentes em mais de 100 países.

Em 2016, a Marcopolo incorporou outra grande empresa do setor, a Neobus, porém manteve marca e unidade independentes.

Situação atual

A Marcopolo é líder de mercado, se considerado o número de carrocerias produzidas. Por ser uma empresa gigante, não há mais muito espaço pra crescimento, já que a companhia se encontra presente em mais de 100 países e ocupa uma parcela muito grande do mercado.

Contudo, sempre se mostrou com características de pioneirismo e capacidade de se reinventar. Mesmo estando próximo da falência em alguns momentos, soube contornar a situação e se manter líder do setor.

Tobias Chesini

Sou mecânico com muitos anos de experiência. Tenho preferências por carros japoneses e atualmente tenho um Subaru Impreza 2011. Quem sabe um dia consiga ter um Mitsubishi Eclipse ou então dirigir um Honda NSX. Nunca se esqueça: o melhor carro do mundo é o que a gente tem. | Instagram