Início » Farol » Quando utilizar o farol alto, baixo, de milha e neblina

Quando utilizar o farol alto, baixo, de milha e neblina

blank

Está em dúvida quando utilizar cada tipo de farol? Aprenda com a gente as ocasiões corretas para utilizar o farol alto, baixo, de milha e neblina. Tenha uma direção mais segura e evite multas desnecessárias.

Farol convencional

blank

O farol convencional é a principal fonte de iluminação do veículo. Ele pode ou não conter as luzes diurnas (DRL), que são aceitas como farol baixo para as rodovias pela legislação brasileira, além de serem tradicionalmente equipados com os modos lanterna, farol baixo, farol alto e pisca-alertas.

blank
A luz DRL, presente em carros mais modernos, é aceita como substituto da luz baixa em rodovias

Sua tecnologia e estrutura podem ser de diferentes tipos, cada uma com uma lâmpada diferenciada. Atualmente, as lâmpadas mais utilizadas ainda são as halógenas, mas outras opções caminham para uma participação mais expressiva no mercado, como é o caso do LED.

Eles estão instalados em todos os automóveis, e são aqueles utilizados com maior frequência. Seu uso pode ser classificado por duas intensidades: farol baixo e farol alto. Cada um deles deve ser utilizado em momentos específicos, com regras para tal.

Lembrando que a partir do dia 1º de janeiro de 2021 ficou proibido a mudança do sistema de iluminação do carro. Ou seja, se o veiculo está autorizado a circular com lâmpada de LED, apenas poderá utilizar LED, se o veiculo está autorizado a circular com Xênon, apenas poderá utilizar Xênon, e assim sucessivamente.

Quando utilizar o farol baixo?

É o mais utilizado no dia a dia dos motoristas, sendo obrigatório o seu uso à noite, em túneis, sob cerração ou neblina. Motos são obrigadas a manter as luzes acessas o tempo todo. Aos que descumprirem a regra, terão de arcar com infração média, com quatro pontos na CNH e multa de R$ 130,16.

E de acordo com o nova redação do Código de Trânsito Brasileiro, que entrou em vigor em 2021, com obrigatoriedade, a luz baixa também deve ser usada durante o dia em rodovias de pista simples situadas fora dos perímetros urbanos.

Não confunda farol baixo com lanterna, são iluminações diferentes. A lanterna não substitui o farol baixo, caso você esteja dirigindo só de lanterna em uma situação que exija farol baixo, você será multado da mesma forma.

Além disso, caso você esteja dirigindo sozinho em alguma rodovia e utilizando o farol alto, quando houver um veículo vindo no sentido oposto, você deve alterar para o farol baixo.

Quando utilizar o farol alto?

blank
O farol alto pode ser tão ofuscante que é até difícil escolher uma imagem que lhe represente bem.

O farol alto possui um facho de luz mais potente, e é utilizado para visualização de um trecho maior à frente do carro. O motorista deve desativá-lo sempre que tiver um carro próximo.

Não é recomendado o seu uso em dias de neblina, uma vez que a luz refletirá nas gotículas de água, ofuscando a visão do motorista. 

Utilize apenas se você estiver dirigindo sozinho em uma rodovia.

Quando utilizar o farol de milha?

blank

O farol de milha é um farol adicional, com um facho de luz concentrado, de alta intensidade e alcance, semelhante ao farol de luz alta, destinado a auxiliar a iluminação à distância e à frente do veículo.

A intensidade do farol de milha se assemelha ao farol convencional em luz alta, podendo causar ofuscamento e desconforto aos outros condutores. É por isso que ele deve seguir restrições tão rigorosas quanto o farol alto.

Este tipo de farol é mais encontrado em veículos off-road, uma vez que sua utilização é bastante restrita. Ele entrega uma iluminação muito mais potente que os faróis convencionais, atingindo distâncias longas. 

Os faróis de milha só podem ser utilizados em situações off-road ou em trechos com iluminação muito precária. Eles não podem ser utilizados em cidades e nem quando tiver veículos vindo na direção oposto em estradas, seu uso indevido pode ocasionar multas para o motorista.  

Quando utilizar o farol de neblina?

blank

Como o nome indica, o farol de neblina é aquele utilizado em situações de nevoeiro, neblina, cerração e até mesmo tempestades. Sua função primordial é auxiliar o motorista a enxergar o espaço logo à frente do veículo quando há baixa visibilidade. 

Ele fica localizado logo abaixo do para-choque do veículo. Por isso, possuem um facho de luz mais largo e iluminam de baixo para cima, de modo que não ofusca a visão do condutor.

Diferentemente do farol alto, o farol de neblina não tem proibição expressa do Código de Trânsito sobre sua utilização fora das circunstâncias apontadas, mas vale lembrar que, ao contrário do que muitos condutores pensam, ele não substitui o farol baixo (luz de posição), exigido para o tráfego à noite, por túneis e em rodovias.

blank

27 anos, trabalho na área da saúde. Adoro escrever, por isso colaboro tanto como escritora da AutoXP como da CasoCriminal.com.br, dá uma conferida lá também ;)