Os resíduos automotivos em sua maioria são classificados como resíduos perigosos, proveniente de processos industriais. Considerados altamente nocivos, oferecem riscos a saúde a ao meio ambiente quando descartados de forma incorreta.

Os pneus, por exemplo, não são biodegradáveis. Quando queimados emitem gases tóxicos no ar. Quando deixados ao ar livre, em quintais, aterros ou terrenos baldios, acumula-se água em seu interior, servindo como criadouro ao mosquito da dengue.

O óleo lubrificante e outros fluídos das peças dos automóveis também são extremamente poluentes, em contato com a água, além de contaminá-la, criam uma película que dificulta a oxigenação dos rios e lagos, afetando a vida aquática.

O descarte irregular em lixões, não só contamina o solo e atinge o lençol freático, como também impede que a água da chuva seja absorvida, tornando-se um dos causadores das enchentes.

O anticongelante automotivo(utilizados em países muito frios e raramente utilizado pelos brasileiros) e os aditivos de radiador são compostos por Etilenoglicol, substância altamente tóxica.

No meio ambiente o Etilenoglicol não acarreta danos, pois é biodegradável e facilmente dissolvido em água. Porém, oferecem sérios riscos a saúde humana e dos animais, por ter sabor doce e cor chamativa, atinge principalmente, crianças e animais.

A ingestão do Etilenoglicol inclui depressão do sistema nervoso, incluindo vômito, sonolência, insuficiência respiratória, convulsões, alterações metabólicas, distúrbio gastrintestinal, efeitos cardiopulmonares, dano renal, coma e podendo levar a morte.

Quais as soluções existentes para os resíduos automotivos?

Fabricantes e empresas de reparo automotivo devem providenciar a destinação ambientalmente correta dos resíduos gerados pelas suas atividades. Já o consumidor, ao ter que substituir peças de seu veículo, deve buscar alternativas sustentáveis, optando por locais e serviços que atendam a essas regulamentações.

As seguradoras, sabendo de sua responsabilidade, oferecem em seus seguros automotivos, o benefício de Descarte Ecológico para seus salvados. Havendo sinistro, a partir do momento em que a seguradora autorizar o reparo, ela realiza o descarte correto de todos os resíduos automotivos gerados.

Caso você realize a manutenção do seu veículo em sua própria casa, deve levar os resíduos automotivos para a mesma empresa onde você comprou as peças ou os fluídos novos, é obrigação deles fazer o descarte correto dessas substâncias.

A AutoXP se responsabiliza de maneira integral pela coleta e descarte correto do óleo residual ao final do serviço. É nosso compromisso, não só como empresa mas também como seres humanos, zelar pela manutenção de um meio ambiente saudável.

Categoria:

Últimos artigos

Confira os últimos artigos postados pela AutoXP

É comum que as partes de plástico do carro comecem a desbotar […]
Você já ouviu falar no termo “Car Care“? Traduzido literalmente ele significa […]
blank
Descobrir o óleo certo para seu carro é algo relativamente fácil. Basta […]
blank
Muitos motoristas almejam aumentar a potência do motor do seu carro, e […]
blank
Grande parte dos problemas no carro podem ser diagnosticados no começo se […]
blank
Você já deve ter tentado pesquisar sobre quais eram as melhores marcas […]
blank
Sem dúvidas, a cena mais icônica do Punta taco é o Ayrton […]
blank
O shampoo é um item fundamental quando pensamos na clássica lavagem com água. Sua […]